Manutenção Planejada: O que é, quais os tipos e benefícios

A manutenção planejada é uma ferramenta fundamental para que empresas e indústrias de qualquer segmento ou tamanho consigam se estruturar de forma adequada e, assim, obtenham ganhos a curto, médio e longo prazos.

Neste texto, você vai entender melhor o que ela é, quais são os tipos de manutenção mais utilizados e seus principais benefícios.

Manutenção Planejada, o que é?

A manutenção planejada (MP) são atividades que têm o grande objetivo de detectar, prevenir ou mesmo reduzir erros e falhas em equipamentos.

A ideia é tentar eliminar o máximo possível ações de manutenção que não são programadas, ou seja, imprevistos ou mesmo problemas maiores.

Quais os tipos de Manutenção?

O tipo de manutenção está relacionado ao nível de intensidade a ser executada. Com o intuito de facilitar as ações, os tipos de manutenção mais utilizados são:

1 – Corretiva – Como o próprio nome diz, esta manutenção tem como objetivo restaurar o funcionamento do equipamento. Em linhas gerais, a manutenção corretiva significa restaurar ou corrigir o funcionamento da máquina.

Porém, é preciso estar atento. Uma quebra inesperada pode gerar altos custos para a empresa. A manutenção corretiva é feita depois da quebra ou falha da máquina. Além do reparo, a interrupção no processo de fabricação pode significar atraso em entregas e problemas contratuais de entrega.

A manutenção corretiva ainda pode ser subdividida em:

Corretiva Não Planejada – Como ela não é planejada, geralmente implica em altos custos, pois a quebra inesperada pode gerar perdas de produção e de qualidade do produto.

Corretiva Planejada – Ocorre quando percebemos que o equipamento não está trabalhando como deveria. Ela é mais barata, rápida e mais segura que a manutenção corretiva não planejada.

Importante: Mesmo quando a gerência decide deixar o equipamento funcionar até quebrar, essa é uma decisão planejada. Assim, a manutenção pode ser preparada. A empresa pode, por exemplo, fazer a aquisição das peças para substituição.

2 – Preventiva- É a manutenção realizada com a intenção de reduzir ou evitar a quebra ou a queda no desempenho do equipamento. Para isso, utiliza-se um plano antecipado com intervalos de tempo definidos. Aqui, os cuidados preventivos servem para evitar quebras ou falhas. Quando utilizar:

  • Quando não for possível fazer a manutenção preditiva (veja adiante);
  • Se houver riscos de agressão ao meio ambiente;
  • Nos equipamentos fundamentais;
  • Nos sistemas complexos e/ou de operação contínua (linhas de acabamento de superfície, por exemplo); ou
  • Quando o equipamento possui aspectos relacionados com a segurança pessoal ou da instalação.

3 – Preditiva (o mesmo que manutenção planejada) – A manutenção preditiva é aquela que visa realizar ajustes no maquinário ou no equipamento apenas quando eles precisarem, porém, sem deixá-los quebrar ou falhar. Com um acompanhamento direto e constante é possível prever falhas, saber quando será necessário fazer uma intervenção e, assim, entrar em ação.

Muitos profissionais que trabalham diretamente com manutenção chegam a tratá-la como uma manutenção planejada. Ela relata as condições do equipamento e mostra quando a intervenção é necessária. O que é realizada, na realidade, é uma manutenção corretiva planejada. Condições para implantação:

  • O equipamento deve permitir monitoramento;
  • Ele deve merecer monitoramento, em virtude dos custos envolvidos;
  • As causas das falhas ou quebras devem ser monitoradas e ter sua evolução acompanhada;
  • Existir um programa de acompanhamento, análise e diagnóstico, sistemático. Com um acompanhamento direto e constante é possível prever falhas e saber quando será necessário fazer uma intervenção.

4 – Produtiva Total (TPM) – É a manutenção realizada por todos os empregados, por meio de atividades de pequenos grupos, e que visam o controle completo dos equipamentos.

A TPM tem como base alguns princípios de trabalho em equipe e empowerment (autonomia), bem como uma abordagem de melhoria contínua para prevenir quebras. Veja exemplo:

Papel Pessoal de Manutenção Pessoal de Operação
• ações preventivas • domínio e cuidado com o equipamento
• manutenção corretiva
Responsabilidade • planejar a prática • operação correta
• avaliar a prática • manutenção preventiva de rotina
• solução de problemas • manutenção preditiva de rotina
• treinar os operadores • detecção dos problemas

Manutenção Planejada, quais os benefícios?

A implantação da manutenção planejada proporciona à empresa diversos ganhos e vantagens. Abaixo, destacamos alguns deles:

  • Redução considerável do tempo de parada que não foi planejada;
  • Grande parte da manutenção nas máquinas pode ser planejada para ser feita quando os equipamentos não precisam ser usados; e
  • Melhoria do controle do desgaste e falhas de componentes.

O seu ERP contempla a manutenção planejada?

Os sistemas de gestão empresarial (ERP’s) mais robustos e aderentes do mercado devem oferecer o planejamento e a execução da manutenção planejada.

O ERP Prosyst traz todo o processo necessário para a implantação completa da manutenção industrial (planejada).

Abaixo, confira algumas telas do sistema da Prosyst:

Cadastros:

manutenção planejada prosyst

Planejamento:

planejamento prosyst

Ordens de manutenção:

ordens de manutenção prosyst

E o seu ERP, traz módulos de Manutenção Planejada? Se precisar, fale com a Prosyst Sistemas!