Ferramentas do usuário

Ferramentas do site


Barra lateral

enduser:erp:suprimentos:recebimento:di:param:paises

1.4 - Cadastro de Países

O objetivo deste programa é permitir o cadastramento de países. O país Brasil por padrão necessita ser cadastrado, e os demais países vai depender da necessidade do cliente, principalmente para os clientes que possuem relações comerciais com clientes/fornecedores estrangeiros.

Acesso

SistemaOpção no MENU
ComercialExportação > Cadastros > Países

Visualização

14ffd1b84554520c8db02dad3719ba4b.jpg

Na tela acima os campos código do país, descrição do país, tipo de frete e tipo de classificação fiscal são de preenchimento obrigatório. Os demais campos não são obrigatórios, porém, quando utilizamos o processo de importação/exportação, os campos código BCB e código Siscomex passam a ser obrigatórios.

Considerações

Código BCB = É o código do país correspondente no Banco Central do Brasil. Este código pode ser localizado no site http://www.bcb.gov.br.

Código Siscomex = É o código do país no comércio exterior. Este código pode ser localizado no site http://www.bcb.gov.br/rex/ftp/paises.asp

Sigla NFem = É a sigla do país que será utilizada no layout NFem (Nota Fiscal eletrônica municipal). Exemplo: D = Alemanha. Esta sigla pode ser localizado no site http://www.geogeral.com/w4/sgl.htm

NCM = “Nomenclatura Comum do Mercosul” e trata-se de um código de oito dígitos estabelecido pelo Governo Brasileiro para identificar a natureza das mercadorias e promover o desenvolvimento do comércio internacional, além de facilitar a coleta e análise das estatísticas do comércio exterior. Tem como base o SH - Sistema Harmonizado, utilizada entre os quatros países participantes do tratado que criou o MERCOSUL (Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai).

NALADI = “Nomenclatura da Associação Latino-Americada de Integração” que tem como base o SH - Sistema Harmonizado de designação e codificação de mercadorias. Sua codificação também é composta por 8 dígitos.

Aplicação

A empresa deve adotar a NCM a partir do momento que passa a produzir ou comercializar uma mercadoria.

A empresa deve adotar o NALADI sempre que importar. Em diversos documentos de importação como numa DI, entre outros, é necessário informar os códigos da nomenclatura. Por isso a empresa precisa identificar o código NALADI correspondente ao NCM.

No Brasil é utilizado a classificação NCM, e a responsabilidade para o enquadramento legal da classificação dos produtos é da Secretaria da Receita Federal.


enduser/erp/suprimentos/recebimento/di/param/paises.txt · Última modificação: 2021/06/21 14:15 por admin