Como um gestor deve escolher um sistema de gestão para a empresa

Independentemente do tamanho da empresa, é importante entender a visão dos gestores no que se refere ao suporte tecnológico dado aos processos de negócio pelo sistema de gestão empresarial (ERP).

Geralmente, empresários e administradores têm se preocupado com a competitividade e em como sobreviver às constantes mudanças de mercado, seja com relação ao ambiente político ou a questões fiscais e tributárias.

 

Onde entra o sistema de gestão empresarial?

Historicamente, os sistemas de gestão empresariais tinham a função de dar suporte aos processos básicos de comprar, produzir e vender.

A rapidez das mudanças obriga maior agilidade, flexibilidade e confiabilidade nas informações de negócio disponibilizadas pelo sistema de gestão empresarial. Isso explica que os ERP’s tenham se transformado em um requisito básico para dar fundamentação às decisões a serem tomadas no dia a dia.

E como os empresários podem usar a tecnologia e as informações para se manterem sempre bem posicionados e assertivos nas decisões tomadas diariamente?

Confira os 5 pontos fundamentais que todo gestor deve dar atenção quanto ao sistema de gestão empresarial.

 

1 – Flexibilidade e Agilidade de um ERP

O sistema de gestão empresarial deve permitir que a visão das informações seja facilmente adaptada e personalizada ao modelo de negócio de cada empresa.

O ERP deve estar alinhado às necessidades de análise e preferências, e que diferentes visões de um mesmo assunto possam ser feitas com rapidez sem a necessidade de contratação de serviços especializados para essa finalidade.

Além disso, o acesso aos dados deve ser realizado e mantido pela própria pessoa responsável pelo processo operacional de forma prática e rápida no momento que precisar.

 

2 – Aderência do sistema de gestão empresarial

É muito comum que os atuais sistemas de gestão empresarial atendam apenas a alguns processos de negócio, deixando outros a desejar. Também não é incomum faltar suporte em procedimentos críticos da empresa.

É importante que todos os processos de negócio sejam atendidos pelo sistema de gestão, pois a integração entre os processos é fundamental para que as informações sejam confiáveis partindo de uma mesma base, sem tratamentos paralelos que demandem tempo e gerem inconsistências.

 

3 – Robustez de um software de gestão para empresas

A base de dados do seu sistema de gestão empresarial deve suportar grandes volumes de dados e possibilitar a configuração e manutenção das variáveis de negócio.

O ERP também deve atender aos diferentes regimes contábeis e legislação fiscal/tributária para garantir que, a qualquer momento, as mudanças sejam atendidas nos prazos estabelecidos.

 

4 – Sistema de gestão precisa evoluir constantemente

É imprescindível que o sistema de gestão empresarial das empresas trabalhe em constante evolução, seja em tecnologia – a inovação deve ser sempre uma prioridade do seu parceiro de negócio em ERP – ou no suporte às melhorias dos processos de negócio. Isso tudo sem deixar de estar alinhado com as exigências fiscais/tributárias.

 

5 – Suporte para decisões estratégicas

Sistemas de Business Intelligence devem fazer parte da vida dos gestores. Ao mesmo tempo, os BI’s não podem mais serem vistos como uma tecnologia complexa, de difícil acesso e que exigem a contratação de profissionais altamente especializados e caros para desenvolver as análises necessárias.

A tecnologia de Business Intelligence deve ser robusta, porém, flexível e de fácil uso, permitindo que o próprio gestor possa elaborar os painéis de informação sem complicação, apenas sabendo o que quer analisar.

 

Conclusão

Como você pode ver, cada um desses requisitos fundamentais deve ser constantemente analisado com muito critério pelos gestores. O empresário deve ter a certeza de estar usando a tecnologia da informação a seu favor e contribuindo para melhorar a eficácia das suas decisões estratégicas.

Você que tem a responsabilidade pela gestão da empresa, ou pelo processo estratégico do negócio, tem tido a prática de fazer esse tipo de análise? Lembre-se que um sistema de gestão empresarial realmente alinhado com as exigências atuais do mercado deve atender, pelo menos, a esses requisitos.

Conte com a Prosyst para lhe ajudar nessa tarefa.